“De grilow”

Descarrego em minhas letras e sentenças anotafas em blocos de notas organizados, até por email estou conectado.

Vai além do bob na rec que eu posso. Ou da oitava pitada no tabaco que eu faço quanto ausente.

Na hora do brilho e do palco o coração treme treme de saudade.

Sou chamado de luki block.

Entenderam pouco da briza leve.

E repasso mesmo.

Estou em laboratório novamente observando o tinder.

Qual estrupradora está no meu raio de 700 kilometros?

Ahh Ohh sei bem hein e dou like na loucas que me degustão.

Sem ação jão a reação que eu trasmito está assim na minha vida nos planos fisíco, químico e alquímico 

Eu viajo sozinho ouvindo uma música de grilo aqui em south park.

Repeti as referências mesmo.

Eu não ne importo mais em viver conexado e entreleçado na condição humana.

Trasncende quem qué né mané.

É assim que é.

Hoje é dia 18/11/2016

E aqui estou refletindo.